Skip links

Covid-19 e o Consumo de Mídia

Uma parte significativa dos hábitos sociais de toda a humanidade estão sendo repensados, e junto deles temos bilhões de pessoas ressignificando suas rotinas diárias de acordo com as medidas de prevenção ao coronavírus (COVID-19). O distanciamento social colocou uma imensidão de pessoas dentro de suas próprias casas revolucionando costumes. Esse cenário atinge diretamente a forma como tantos indivíduos se comunicam, se informam e até mesmo consomem.

A responsabilidade de se manter em casa tornou as plataformas de serviços online em grandes aliados da população. Hoje estamos inseridos em um momento de transição global, e essas mudanças extrapolam o óbvio. O cancelamento de eventos sociais e sessões de cinema abrem espaço para as plataformas de streaming, assim como não poder ir até um restaurante, transformou a experiência de delivery ainda mais necessária.

O estado de isolamento social envolve muito mais do que a transição de pessoas em ambientes públicos, ele alterou suas rotinas. O consumo de internet tem aumentado nas últimas semanas, porém além da quantidade, a forma como as pessoas se conectam foi o que mais mudou. O aumento de banda com demanda para vídeo conferências, serviços de streaming, sites de notícias e comércio virtual é expressiva, possibilitando uma abordagem única para marcas que querem se fazer presente nesse momento. E mais uma vez a publicidade contextual evidencia sua importância! Ao mesmo tempo que estamos falando de uma oportunidade de comunicação por ter mais pessoas conectadas, por mais tempo e em busca de informações, entretenimento, conexão e consumo. Nós também estamos falando de pessoas emocionalmente sensíveis pelos riscos da pandemia em relação a saúde e a segurança de toda população. Um momento de proximidade e estreitamento de laços, não oportunismo.

Ser uma marca presente, ainda mais em momentos delicados, é uma estratégia que requer cuidados extras, porém vale a pena. Todo cenário sem precedentes nos instiga a revolucionar. Nenhuma marca quer ter seu nome associado a momentos trágicos, porém são nessas ocasiões que o público mais procura por conexão. A publicidade contextual permite que essa comunicação aconteça, sem ser ferida pelos ruídos do ambiente em que está inserida, sendo direcionada para o público correto, em um ambiente favorável e hiper seguro, com conteúdo relevante e confiável.  Esses são anúncios que vão muito além de métricas rasas de visualização e que procuram se conectar com o público de forma branda e segura, são exemplos da publicidade que coloca as pessoas em primeiro lugar, gerando conexões e oferecendo experiências verdadeiramente relevantes.

Podemos concluir que uma pandemia não abre espaço para oportunistas. Esse é o momento de sermos mais humanos, resgatando os verdadeiros interesses do nosso público e mostrando que o seu negócio realmente se importa com que está do outro lado do anúncio, afinal uma boa relação entre marca e audiência vai muito além de impressões e alcance.